Revista Profissional do Exército dos EUA

Edição Brasileira

Diretrizes para autores

Baixar arquivos PDF

Dois veículos

A Military Review oferece um fórum para a pesquisa, divulgação e debate sobre uma grande variedade de questões relacionadas a assuntos militares, especialmente com respeito ao que é amplamente denominado o nível operacional da guerra. A revista busca proporcionar aos leitores artigos que expressem o raciocínio claro de autores com grande conhecimento sobre o tema abordado, com textos de leitura fácil e agradável tanto para os profissionais militares quanto para um público mais amplo.

A Military Review é impressa bimestralmente em inglês e trimestralmente em espanhol e português, sendo distribuída a leitores em mais de cem países. Disponibiliza dois veículos aos escritores dedicados a assuntos militares: além da tradicional versão impressa, que é simultaneamente publicada on-line, inclui uma publicação exclusivamente virtual, voltada ao debate oportuno de questões prementes.

Os critérios de seleção descritos adiante se aplicam a todos os artigos enviados, sejam para a versão impressa ou para a edição exclusivamente virtual. A decisão de publicar um trabalho na versão impressa ou virtual fica a cargo da equipe editorial; contudo, as preferências do autor serão levadas em consideração sempre que possível.

Avaliação dos artigos enviados

A Military Review analisa e considera todos os artigos recebidos independentemente do tema. Entretanto, dá prioridade máxima a trabalhos pioneiros, que apresentem novos conceitos ou forneçam perspectivas originais. Por isso, existe uma boa possibilidade de aceitação para artigos que sejam persuasivos, bem pesquisados e bem escritos e que defendam uma visão diferente das opiniões mais ortodoxas, ainda que tenham sido rejeitados por outras publicações.

Todos os originais enviados espontaneamente, sem que tenham sido solicitados, são avaliados pela equipe editorial, em um processo que preserva o anonimato dos autores, visando à objetividade. A Military Review não se compromete a aceitar nenhum artigo para publicação até que ele tenha sido analisado em detalhe pela equipe editorial e, conforme o necessário, até que sejam feitas revisões que satisfaçam às exigências da revista com respeito à precisão e clareza das informações ou às suas normas de estilo.

Não obstante, são aceitos, ocasionalmente, trabalhos com ideias particularmente inovadoras ou inéditas, mas que requerem considerável revisão para fazê-los atender ao padrão de uma publicação profissional em termos de clareza, desenvolvimento ou organização. Nesse caso, é preciso que os autores de tais artigos concordem em aceitar revisões do original, sob a orientação da equipe da Military Review. Além disso, a aceitação final do trabalho, nesses casos especiais, continua sendo uma prerrogativa da Military Review, com base na disposição e esforço demonstrados pelo autor para cooperar com a equipe da revista e em uma análise da qualidade do produto revisado que o considere adequado para publicação.

Caso o artigo tenha sido redigido por vários autores, é preciso que um deles seja designado como “ponto de contato” e principal responsável desde o início. Para evitar uma possível confusão em decorrência do recebimento de múltiplas correções e alterações dos diferentes autores, o ponto de contato ficará incumbido de dirimir junto aos coautores quaisquer divergências relacionadas à revisão do original, conforme coordenada com a Military Review.

Independentemente de quem seja o autor principal do artigo, a Military Review relacionará os autores segundo seu grau hierárquico, a começar pelo mais alto. Os autores civis serão enumerados por ordem alfabética com base no sobrenome, após os autores militares. As biografias no final do artigo seguirão essa mesma sequência.

Área de Concentração. A principal área de concentração da Military Review é o nível operacional da guerra (isto é, entre os níveis estratégico e tático). Portanto, a revista busca, predominantemente, artigos que abordem questões de interesse para militares que estejam servindo em funções de comando ou estado-maior; que tratem do planejamento e execução de campanhas para a consecução de objetivos estratégicos; ou que explorem tópicos relacionados. Isso resulta em uma ampla gama de possíveis assuntos a serem analisados, incluindo questões de liderança e gestão relacionados ao comando de unidades acima do valor batalhão; à interface com parceiros interagências e de coalizão; instrução, adestramento e ensino; inovação; e formulação de políticas ou doutrina, entre muitos outros.

Preferência pela pesquisa original e por ensinamentos colhidos da experiência prática. A Military Review dá preferência a dois tipos de artigo: os baseados na pesquisa original de fontes primárias e os provenientes de lições aprendidas por meio da experiência direta. Também busca, especificamente, artigos de caráter prático, em lugar de discussões abstratas sem informações práticas e aplicações concretas.

Responsabilidade pela precisão, confiabilidade da pesquisa e originalidade. Os autores são responsáveis pela precisão do conteúdo e pela documentação de fontes. O plágio é considerado uma transgressão imperdoável.

Estilo de redação e requisitos de formatação

A Military Review busca artigos que sejam de fácil entendimento para o leitor, geralmente caracterizados por uma linguagem concisa, direta e clara, que empregue a voz ativa. A tese do artigo proposto deve ser clara, desenvolvida de forma lógica e demonstrada com evidências e um raciocínio sólido. Cabe ressaltar, ainda, que um estilo monótono e pesado não é sinônimo de erudição ou profissionalismo. Os leitores apreciam textos interessantes, acessíveis e envolventes. Por isso, incentivamos o emprego de uma linguagem elegante, contanto que os recursos literários utilizados, incluindo expressões metafóricas, sirvam a um óbvio propósito; ou seja, contanto que sejam habilmente empregados para apresentar os argumentos do autor de uma maneira intrigante e inovadora, sem que se constituam em meros exercícios destinados a exibir sua vasta erudição ou vocabulário.

Os autores devem evitar o emprego de siglas e acrônimos – caso necessários, o nome ou título correspondente deve ser indicado por extenso na primeira ocorrência. Devem evitar, ainda, o uso de jargão, isto é, de uma linguagem excessivamente técnica ou hermética, desconhecida do leitor típico, a qual seria mais adequada a revistas especializadas.

Ilustrações e fotografias. As ilustrações são um recurso poderoso que ajuda a “contar a história” do artigo. Os autores que queiram incluir fotos originais devem enviá-las em formato JPEG, com uma resolução igual ou superior a 300 DPI. As fotos enviadas devem ser acompanhadas de uma legenda (normalmente entre 25 e 50 palavras) que identifique a data; local; unidade ou pessoal; e descrição da ação, além dos dados sobre autoria ou fonte da imagem.

Em virtude de questões relacionadas aos direitos autorais aplicáveis às ilustrações e fotos enviadas, a Military Review se vê obrigada a insistir que sua origem seja identificada em todos os casos. Caso alguma ilustração ou foto esteja protegida por direito autoral, o autor do trabalho precisa obter a devida autorização da parte relevante e apresentá-la à Military Review junto com o artigo a ser considerado. Como política geral, a Military Review não utilizará ilustrações ou fotos sem o devido crédito.

Formatação do artigo. O artigo deve seguir a formatação constante deste exemplo. Não deve conter macros nem incluir notas ou referências que tenham sido geradas com os recursos automáticos do programa Microsoft Word; caso contrário, o artigo em questão será devolvido ao autor para que elas sejam removidas. As configurações padrão do Microsoft Word são adequadas. Durante o processo de revisão, pode-se solicitar que o autor ative o recurso de “Controlar Alterações” do Microsoft Word.

Extensão do  artigo. Os artigos devem conter, preferencialmente, entre 3.500 e 5.000 palavras (15 a 25 páginas tamanho carta, com espaçamento duplo). A Military Review se reserva o direito de editar os trabalhos recebidos para encaixá-los no espaço disponível em uma edição específica.

As referências bibliográficas devem ser inseridas no final do artigo, sem a utilização dos recursos automáticos do Microsoft Word (veja explicação acima). A Military Review dá preferência a trabalhos apoiados, claramente, em uma pesquisa cuidadosa, conforme demonstrada por notas finais detalhadas e precisas. Cabe observar, porém, que os autores devem evitar a inclusão de uma quantidade excessiva de notas finais, atendo-se ao número mínimo condizente com o devido reconhecimento das fontes. Além disso, as notas finais não devem conter, de modo geral, longas explicações, as quais serão normalmente excluídas.

Resumo biográfico. Os autores devem enviar um resumo biográfico, que pode incluir dados sobre funções ou cargos significativos, formação acadêmica civil e militar e outras experiências que demonstrem sua credibilidade como especialista no assunto abordado no artigo. Exemplos atuais de resumos biográficos podem ser encontrados nas edições recentes da Military Review.

Como enviar seu artigo

O artigo deve ser enviado como um anexo em formato Microsoft Word (versão 2013 ou anterior) ou outro formato compatível para o seguinte endereço de e-mail: usarmy.leavenworth.tradoc.mbx.military-review-public-em@mail.mil.

Contrato de publicação após aceitação. Segundo nosso contrato de publicação, a Military Review detém os direitos de primeira publicação para suas edições em inglês, espanhol, português e quaisquer outras edições, incluindo as virtuais. O prazo normal para a publicação de um artigo, quando aprovado, é de 06 a 08 meses, contados a partir de seu recebimento.

Por ser uma publicação oficial do Exército dos Estados Unidos da América, a Military Review não reivindica direitos autorais. Contudo, a publicação pela Military Review confere ao U.S. Army Combined Arms Center o direito de reproduzir e utilizar o artigo para fins de treinamento e outros fins oficiais.

Prerrogativa dos Editores. Por questões de tamanho, segurança, clareza e conformidade com as normas de estilo da Military Review, os editores se reservam o direito de editar todos os originais. Contudo, quaisquer mudanças significativas serão submetidas ao autor, para sua aprovação. Caso o trabalho seja aceito e publicado, serão enviados três exemplares da respectiva edição ao autor.

Protocolo relativo à apresentação simultânea do trabalho a diferentes publicações. Os autores não devem enviar trabalhos a Military Review que estejam sendo considerados por outras publicações; que já tenham sido publicados em outros veículos ou que estejam disponíveis na internet.

Por uma questão de convenção da indústria e cortesia profissional, o autor não deve enviar seu original a uma segunda publicação até que a Military Review tenha concluído sua avaliação e decidido publicá-lo ou não. O prazo normal para aceitação ou rejeição de um original é de 60 dias contados a partir de seu recebimento.

Quaisquer evidências de que um artigo tenha sido enviado a uma outra publicação simultaneamente à sua apresentação à Military Review ou de que já tenha sido publicado ou esteja em via de publicação serão consideradas razões suficientes para negar futura consideração de trabalhos do autor.

Um dos desdobramentos do sistema de publicação moderno baseado na internet é o fato de os autores muitas vezes já terem formado suas próprias redes de distribuição nas mídias sociais ou pertencerem a grupos e listas de discussão on-line que trocam informações regularmente sobre temas de interesse profissional. Portanto, incentivamos os autores a contribuírem pessoalmente para a disseminação de artigos seus publicados no site da Military Review, disponibilizando-os diretamente à sua própria rede de contatos, com o intuito de facilitar a difusão para o público mais amplo possível. Para promover a distribuição eletrônica, os artigos publicados pela Military Review estão disponíveis em dois formatos que podem ser facilmente encaminhados: HTML e PDF.